Acervo com um milhão e meio de discos. E uma reportagem pra te enlouquecer!

O seguinte vídeo vai deixá-los loucos em vários sentidos (vários mesmo! preparem-se!)

O programa do Amaury Jr. preparou uma reportagem sobre um dos maiores colecionadores de vinil do Brasil. Na verdade o cara é dono de um grande acervo e loja de discos, livros e quadros. A história desse local vale muito a pena ser conhecida, pois é de uma imensa genialidade e muito peculiar. Para se ter uma breve ideia, a família iniciou o projeto em uma loja de roupas femininas, trocando calcinhas por discos de vinil. (!!!)

Mas se o tamanho do acervo – mais de um milhão e meio de discos- vai deixá-los de boca aberta, a maneira com que Amaury Jr. manipula os discos, capas e encartes no início da reportagem vai deixá-los, provavelmente, irritados. A vontade é de atravessar a tela é cuidar para que sejam preservados, e explicar a importância de todo esse material. Importância até mesmo na esfera da preservação de nossa história.

Assistam a reportagem com atenção, pois nela surgem vários discos interessantes para serem pesquisados:

Vocês repararam na maneira como o entrevistado responde a pergunta sobre um dos primeiros discos a serem trocados? Era um álbum de Miguel de Deus. Esse fato representa muito o desconhecimento que temos da nossa música nacional, e como isso nos faz perder muita coisa interessante, e que é consumida no exterior! Miguel de Deus era integrante também da banda Os Brazões

 

 

Comente aqui