05 grupos que são bem mais que “bandas de apoio”.

Já ouviu falar em “banda de apoio”? Quantas vezes esses grupos não foram subvalorizados, ou até mesmo esquecidos? Fizemos uma lista com 05 bandas que fazem ou fizeram muito som de altíssima qualidade, e que vocês precisam conhecer! Esquecemos de alguma? Comentem com a gente.

Mothers of Invention

The Mothers of Invention foi uma banda de rock com elementos de jazz, música erudita e humor que esteve em atividade durante as décadas de 1960 e 1970. A maior parte do material era de autoria de Frank Zappa.Inicialmente, a banda se chamava “The Soul Giants”, e era formada pelo baterista Jimmy Carl Black, o baixista Roy Estrada, o saxofonista Davy Coronado, o guitarrista Ray Hunt e o vocalista Ray Collins. Após uma briga entre Collins e Hunt em 1964, Hunt saiu da banda, sendo substituído por Frank Zappa, rapidamente se tornando o líder do grupo.

Som Imaginário

Som Imaginário é uma banda brasileira formada no princípio da década de 1970. Criada primeiramente para acompanhar o cantor Milton Nascimento no show “Milton Nascimento, ah, e o Som Imaginário”. Contou com a participação do músico Wagner Tiso antes de sua carreira solo. O músico Frederyko (ou Fredera), também pintor, escultor e jornalista, era o guitarrista. Tavito (violão), Robertinho Silva (bateria), Luiz Alves (baixo), Naná Vasconcelos (percussão) e Zé Rodrix (vocais e piano) foram outros músicos que mais tarde ganharam notoriedade que também passaram pela banda. O grupo passou por várias mudanças de formação e lançou no total três discos. Matança do Porco, contou com os vocais de Milton Nascimento. Além deste artista, o Som Imaginário acompanhou em gravações MPB-4, Taiguara, Marcos Valle, Gal Costa, Odair José, Carlinhos Vergueiro, Sueli Costa e Simone, dentre outros.

Vitória Régia

COMBO 3 Lps Tim Maia 1970, 1971 e 1973
Disponíveis na Loja.

A Vitória Régia nasceu informalmente com a debandada de músicos da então banda Seroma (“Amores”, ao contrário). Foi no ano de 1976, depois de um ensaio na sede oficial situada à ladeira Vitória Régia 165, que surgiu a ideia de que aquela reunião de excelentes músicos se chamasse Vitória Régia. Nada mais simbólico que batizar a banda que o acompanhava com o endereço onde diariamente realizavam suas sessões de alquimia sonora.
Foram 22 anos de parceira, com muitas mudanças na formação da banda, mas sem nunca perder a qualidade e maestria. A Vitória Régia esteve ao lado de Tim até aquele fatídico 15 de março de 1998, quando nosso síndico nos deixou.

Os Leif’s – A Cor do Som

Lp Novos Baianos Acabou Chorare
Disponível na Loja

Com roupas de espadachin, astronauta, lutador medieval e pierrot, assim apareceram Lico, Jorginho, Pepeu e Carlinhos, os quatro participantes do conjunto Leif´s, que tem duas guitarras elétricas, um baixo e uma bateria. O lançamento pioneiro aconteceu em 1970, gravado nos estúdios ” Gazeta” em São Paulo. Porém, já em 1969 “Os Leifs” já participava de um grande Festival que marcou a história da música brasileira, com a participação de Tim Maia, Os Mutantes, Gal Costa, Beat Boys entre outros. Os Leif’s foram também a banda que acompanhou Gilberto Gil e Caetano Veloso em 1969, e Novos Baianos em 1970. A banda tinha em sua característica cores e desenhos psicodélicos como marca e letras em plena sintonia com a Tropicália em toques “hendrixianos”. Os Leifs depois teve seu nome mudado para A Cor do Som.

Os Brazões

Lp Os Brazões 1969
Disponível na Loja

O grupo ficou conhecido no final da década de 60 após acompanhar Gal Costa em seus shows. Se como banda de apoio já chamava atenção, é possível imaginar a expressividade que teria sozinha. E isso fica claro no seu único álbum, homônimo, lançado em 1969. Ano efervescente que recuperava toda a loucura dos anos 60, e já indicava o que viria de bom na próxima década.
É um disco raro, e que volta às prateleiras esse ano pela coleção “Clássicos em Vinil”, da Polysom. O LP foi gravado no estúdio Musidisc (Rio de Janeiro) com direção de produção de João Araújo. O disco é composto por 12 versões de músicas como “Que Maravilha” (Jorge Ben Jor/ Toquinho), “Feitiço” (Tom Zé)” e “Volks–Volkswagen Blue” (Gilberto Gil), entre outras. Com estilo que misturava rock and roll, R&B e samba, Os Brazões ganharam destaque com um som psicodélico e único.

 

6 comentários em “05 grupos que são bem mais que “bandas de apoio”.

  • 19/08/2017 em 21:15
    Permalink

    Ótima matéria, mas faltou o trio mocotó! 🙂

    Resposta
    • 21/08/2017 em 14:32
      Permalink

      Verdade mesmo!! Mas são tantas, vamos fazer uma lista nova?

      Resposta
  • 19/08/2017 em 21:59
    Permalink

    PODERIA SER UMA MATÉRIA COMPLETA, DIZENDO O NOME DOS INTEGRANTES DA VITÓRIA RÉGIA E DOS BRASÕES; QUE ADIANTA DIZER QUE ERAM MAIS QUE BANDAS DE APOIO E NÃO DIZER O NOME DE TODOS OS MÚSICOS..

    Resposta
    • 21/08/2017 em 14:31
      Permalink

      Com certeza!! Podemos fazer uma lista gigante de grandes bandas! Vlw!!

      Resposta

Comente aqui