Confira Como Funciona a Agulha de Seu Toca Discos!

Para quem está no mundo do vinil e pretende desfrutar o máximo do áudio analógico, é fundamental entender como as agulhas funcionam e os detalhes que podem influenciar na execução do disco.

Para entender melhor esta peça que capta o som das ranhuras dos discos, elaborei este tutorial para você entender o que são e como funcionam cada uma das partes que compõe a captação do áudio.

A cápsula1 é a peça à qual a agulha2 é presa e consiste em três componentes básicos: a agulha  que rastreia o sulco do disco, o cantilever3 que é parte na qual a agulha é montada e o sistema gerador4 que é responsável por converter o movimento da agulha e do cantilever em sinais elétricos de som, que podem então ser amplificados e reproduzidos pelos equipamentos de potência.

A agulha é a única parte da cápsula que faz contato com o disco. Para isso, uma força deve ser exercida pelo braço para manter a agulha no sulco enquanto o disco está girando. Esta força que chamamos de “força de rastreamento” é baixa, geralmente entre três e quatro gramas. Mas pela a agulha tem um contato de menos de um milionésimo de uma polegada quadrada na face do disco, ela exerce uma pressão imensa, cerca de 6.000 libras por polegada quadrada.

Leia também: Entenda o que é o Processo de Remasterização do Vinil

Por causa desta imensa pressão, qualquer irregularidade ou rugosidade na agulha, pode causar danos irreparáveis no disco. A agulha também deve ser muito dura ou vai desgastar-se rapidamente, por estas razões, as agulhas de qualidade e precisão são feitas do material mais fino e também, o mais duro conhecido, o diamante puro.

A função do cantilever é agir como um intermediário entre a agulha e o sistema gerador. Comparado com o seu tamanho, a agulha move-se a uma velocidade tremenda enquanto passa pelo sulco do disco. Para que o cantilever possa transmitir com precisão os movimentos rápidos da agulha, ele deve ser leve para responder com pequena inércia às vibrações e mais vibrações das ranhuras. Ao mesmo tempo, o cantilever deve ser rígido, porque qualquer flexão ou vibração extra poderá adicionar distorções ao som. A relação necessária entre ser leve e possuir alta resistência requer desenvolvimento e escolha de materiais bastante específicos.

As cápsulas de alta fidelidade devem seguir as leis do eletromagnetismo, descobertas pelo cientista dinamarquês H. C. Oersted. Quando um material capaz de conduzir eletricidade (uma bobina de cobre) é ajustado no movimento perpendicular a um campo magnético, ou quando um ímã é movido perto de um material condutor, uma corrente elétrica é gerada no circuito. A direção e a velocidade do movimento determinam a amplitude e a frequência da corrente. Assim, o sistema gerador converte o movimento da agulha e cantilever em um sinal elétrico de saída de áudio.

 

Comente aqui