10 Músicas para relembrar a trajetória de Bowie e entender suas fases.

Listar apenas 10 músicas de Bowie é algo raso demais perto de toda a criação desse gênio. Mas, como hoje é uma data simbólica, e ainda há muita gente que não conhece profundamente esse astro, listamos algumas canções que podem contar um pouco do que foi a trajetória criativa dessa estrela da música mundial.

Qual música de Bowie marcou sua vida? Conta pra gente!

bowie-capa-bileskydiscos

1- ‘Space Oddity’ (1969)
O primeiro sucesso de Bowie introduz o personagem de Major Tom, o astronauta que se converte em um dos muitos alter egos do artista. Apesar de toda sua produção posterior, continua sendo sua música mais conhecida, com o diálogo de ficção científica entre o centro de controle na Terra e uma nave espacial em plena era das viagens à Lua.

2- ‘Life on Mars’ (1971)
Dois anos mais tarde, Bowie volta à órbita do sucesso com esta teatral e por momentos estranha canção, descrita como “um cruzamento entre um musical da Broadway e um quadro de Salvador Dalí”.

3- ‘Changes’ (1971)
Embora não tenha chegado a ficar entre as 40 principais britânicas quando foi lançada, “Changes” se torna uma das músicas mais conhecidas e é considerada com frequência como o manifesto de uma carreira marcada por inovações radicais.

4- ‘Starman’ (1972)
Talvez a canção mais icônica de Bowie, que introduz um de seus personagens mais famosos, Ziggy Stardust, um extraterrestre que transmite novas esperanças aos jovens terráqueos através das ondas de rádio. Por pouco a música não apareceu no álbum “The Rise and Fall of Ziggy Stardust and the Spiders from Mars”, mas foi incluída no último minuto.

5- ‘The Jean Genie’ (1973)
Vinculada ao ambiente artístico nova-iorquino da “Fábrica” de Andy Warhol que Bowie havia frequentado. O título faz referência ao escritor francês Jean Genet. A banda Simple Minds escolheu seu nome a partir da letra desta canção.

6- ‘Young Americans’ (1975)
É a música que finalmente permite a Bowie e ao seu glam rock penetrar no mercado norte-americano. É proveniente de seu período “plastic soul” e está repleta de referências ao movimento das liberdades civis nos Estados Unidos.

7- ‘Heroes’ (1977)
Escrita com Brian Eno num momento em que o movimento punk ganhava força. Bowie estava instalado na Berlim da Guerra Fria. A mensagem da canção a converte em uma de suas músicas mais retomadas como cover, depois de “Rebel Rebel”.

8- ‘Ashes to ashes’ (1980)
O melancólico epitáfio dos anos 1970, fruto de sua própria luta contra o vício em cocaína, marca o retorno do personagem de Major Tom e o início do que será uma trajetória de vídeos icônicos de Bowie, com um em que aparece vestido de Arlequim.

9- ‘Let’s dance’ (1983)
Embora a canção e o álbum que leva seu nome – e que também inclui “ChinaGirl” e “Modern Love” – tenham sido grandes êxitos comerciais, os fãs e a crítica criticaram o período pop de Bowie, que o artista descreveria posteriormente como “meus anos Phil Collins”.

10- ‘Blackstar’ (2015)
A música de 10 minutos de duração que dá seu nome ao álbum lançado na sexta-feira passada, dois dias antes da morte do artista, é claramente uma obra crepuscular. A sombria atmosfera musical tem ecos dos estilos que balizaram sua carreira do jazz ao blues, passando pelo acid house. O vídeo mostra uma mulher que transporta um astronauta morto – os críticos acreditaram reconhecer Ziggy e Major Tom – em direção a uma cidade de outro mundo.

Bowie_camiseta_heroes
bowie_estrela
bowie_spaceoddity
atencao_disco_de_vinil_causa
BOWIE-03
 

Comente aqui