10 Cantores brasileiros mais ouvidos no exterior. Você arrisca dizer quais são?

A Billboard Brasil divulgou a lista dos brasileiros que mais fizeram sucesso no exterior nos últimos tempos. São os músicos mais procurados e ouvidos, os dados são baseados em reproduções feitas com o Spotify. Antes de ler, você arrisca dizer quais são?

quem-bileskydiscos

Segue a lista:

#10 Gilberto Gil

Em Décimo lugar, o cantor Gilberto Passos Gil Moreira, mundialmente conhecido como Gilberto Gil, é renomado por sua inovação musical e por ser ganhador de prêmios Grammys, Grammy Latino, galardeado pelo governo francês com a Ordem Nacional do Mérito (1997). Em 1999, foi nomeado “Artista pela Paz”, pela Unesco. Gil foi também embaixador da ONU para agricultura e alimentação e Ministro da Cultura do Brasil, no Governo Lula (2003–2008). Em mais de cinquenta álbuns lançados, ele incorpora a gama eclética de suas influências, incluindo rock, Tropicália, ritmos brasileiros, música africana e reggae.

# 9 Sergio Mendes

Sérgio Mendes começou com o Sexteto Bossa Rio, gravando o disco “Dance Moderno” em 1961. Viajando pela Europa e pelos Estados Unidos, gravou vários álbuns com Cannonball Adderley e Herbie Mann, chegando a tocar no Carnegie Hall. Mudou para os EUA em 1964 e produziu dois álbuns sob o nome de “Brasil ’64”, com a Capitol Records e a Atlantic Records. Foi nos Estados Unidos que começou o grupo Sérgio Mendes & Brasil 66, alcançando sucesso ao lançar a canção Mais que nada, de Jorge Ben, em versão bossa nova. Seu reencontro com o grande público se deu em 1984, com o lançamento do disco e sucesso Never gonna let you go, chegando a quarto lugar nas paradas. Pouco depois lançou o álbum Confetti, contendo entre outras músicas Olympia, feita para as Olimpíadas de 1984 em Los Angeles.

#8 Caetano Veloso

Caetano Emanuel Viana Teles Veloso, Caetano Veloso, é um músico, produtor, arranjador e escritor. Com uma carreira que já ultrapassa cinco décadas, Caetano construiu uma obra musical marcada pela releitura e renovação e considerada amplamente como possuidora de grande valor intelectual e poético. Embora desde cedo já tivesse aprendido a tocar violão em Salvador, escrito entre os anos de 1960 e 1962 críticas de cinema para o Diário de Notícias e conhecido o trabalho dos cantores de rádios e dos músicos de bossa nova (notavelmente João Gilberto, seu “mestre supremo” e com quem dividiria o palco anos mais tarde), Caetano iniciou seu trabalho profissionalmente apenas em 1965, com o compacto “Cavaleiro/Samba em Paz”, enquanto acompanhava a irmã mais nova Maria Bethânia por suas apresentações nacionais do espetáculo Opinião, no Rio De Janeiro.

#7 Gusttavo Lima

Cantor, músico e compositor. Essa é a definição do artista sertanejo Gusttavo Lima. O autodidata da cidade de Presidente Olegário/MG que toca violão, viola, guitarra, bateria, baixo e sanfona, chegou ao mercado fonográfico com notoriedade: o mineiro é o responsável por dar o tom a diversas canções sertanejas que fazem sucesso nas paradas de todo o País. Com uma estreia surpreendente, o jovem tem orgulho da sua trajetória como músico. Gusttavo, que já cantou na Folia de Reis com seu pai, saiu de casa aos nove anos de idade para trilhar sua carreira ao lado de seus irmãos com quem formava uma banda. O artista, que também já fez dupla sertaneja com um amigo, deu início a sua carreira solo aos 18 anos. Hoje, carrega em sua bagagem mais de 150 composições originais.

#6 Sepultura

O Sepultura é considerado, até hoje, a maior banda brasileira de repercussão mundial. Os irmãos mineiros Max e Igor Cavalera criaram um estilo de rock que misturava técnicas do metal e do hardcore com influências tribais e indígenas. Esse som completamente inovador e alternativo chamou a atenção de vários admiradores do estilo musical. A banda, que gravava em inglês e português, fez várias turnês mundiais, chegando a ganhar discos de ouro e platina não somente no Brasil, mas em países como a França, os Estados Unidos e a Austrália. A formação original, de 1987, tocou junta até 1996, quando o vocalista Max Cavalera anunciou sua saída. Depois desde ano, vários outros membros abandonaram o barco, deixando a formação atual com o guitarrista Andreas Kisser e outros convidados, substituindo quem saiu. O Sepultura continua em atividade até hoje e as turnês internacionais ainda são grande parte da sua realidade. Vários outros nomes brasileiros também alcançaram fama internacional como Chico Buarque, Caetano Veloso e até o sertanejo Michel Teló, provando que os ritmos e sons do nosso país são admirados em todo o mundo. A nossa música é um dos nossos maiores patrimônios culturais e é, talvez, o nosso maior orgulho.

#5 João Gilberto

João Gilberto Prado Pereira de Oliveira , conhecido como João Gilberto, é um cantor, violonista e compositor brasileiro. O músico é tido como o pioneiro criador da bossa nova, considerado um gênio e uma lenda viva da música popular brasileira. Foi eleito pela revista Rolling Stone Brasil o 2º maior artista brasileiro de todos os tempos, atrás somente de Tom JobimDesde o lançamento de Chega de Saudade, munido apenas da voz e do violão, começou uma revolução na música brasileira e na música mundial. Dono de uma sonoridade original e moderna, João Gilberto foi o artista que levou a música popular brasileira ao mundo, principalmente para os Estados Unidos, Europa e Japão. Tido como um dos maiores influentes do jazz americano no século XX, ganhou prêmios importantes nos Estados Unidos e na Europa, como o Grammy, em meio à Beatlemania.

#4 Tom Jobim

É impossível falar de música sem falar de Tom Jobim. O artista, que foi considerado o maior expoente de todos os tempos da música popular brasileira pela revista Rolling Stone, é o principal nome de um dos estilos musicais brasileiros mais admirados no exterior: a Bossa Nova. Sua canção mais famosa, Garota de Ipanema, é a segunda música mais regravada no mundo, perdendo apenas para o clássico Yesterday de Paul McCartney. A mesma canção levou a maior premiação da música mundial em 1964, o Grammy, desbancando favoritos como os Beatles, Rolling Stones e Elvis Presley.

Tom é o nome mais forte da música brasileira no exterior, já que a criação da Bossa Nova é um marco na história da música mundial. Vários artistas do jazz americano, já na década de 60, reconheciam Tom como um dos grandes influenciadores de suas carreiras, poucos compunham e tocavam como ele. O artista brasileiro se apresentou diversas vezes em várias cidades americanas e chegou a gravar muitos álbuns em inglês. Até mesmo após sua morte, em 1994, Tom ainda é reconhecido como um dos maiores artistas da história da música e seu legado é escola para vários novos artistas no Brasil e em outros cantos do mundo.

#3 Natiruts

Em 2015, a Natiruts decidiu erguer as bandeiras, as lonas e os lençóis do reggae brasileiro para a união de diferentes tribos, etnias e nacionalidades. No dia 08 de Janeiro, a cidade de Salvador foi o ponto de encontro de uma nação unida pelo respeito mútuo ao reggae feito em nosso país. Nesta noite de verão, a sempre acolhedora capital baiana celebrou a gravação do DVD Natiruts Reggae Brasil, no qual a banda Natiruts chamou ao palco os grandes nomes do reggae e da música pop feita no país, para um show composto por relevantes composições que bateram e ainda batem forte no peito de quem curte um bom reggae. Subiram ao palco: Gilberto Gil, Edson Gomes, Ivete Sangalo, Toni Garrido (Cidade Negra), Saulo, Armandinho, Marcelo Mira (Alma Djem), Zeider Pires (Planta & Raiz), Hélio Bentes (Ponto de Equilíbrio), Tati Portella e Sander Fróis (Chimarruts), Duda Diamba, Marceleza (Maskavo), Edu Ribeiro e Sine Calmon.

#2 Michel Teló

Paranaense de nascimento, mas crescido no mato Grosso do Sul, Michel Teló já era famoso na cena musical daquele estado muito antes de fazer sucesso nacionalmente. No Mato Grosso do Sul, fez parte de dois grupos musicais, e foi no Grupo Tradição que sua carreira como vocalista tomou impulso. Cantor desde a infância, Teló se tornou conhecido no ano de 1994, com sucessos como “Barquinho”, “O Caldeirão”, “Pra Sempre Minha Vida”, “A Brasileira” e “Eu Quero Você”. O cantor já esteve na Parada Social 50 da revista Billboard, ficando a frente de Madonna e Coldplay.

#1 Roberto Carlos

Poucos artistas brasileiros são tão bem sucedidos quanto Roberto Carlos. O Rei, como é conhecido, é um dos maiores exemplos de sucesso no mercado mundial de música. Além de mobilizar milhares de fãs brasileiros a seus shows anualmente e ser capaz de vender discos novos e antigos como ninguém, também é muito bem recebido em outros países. Roberto Carlos já tem o costume de fazer várias turnês internacionais e enche casas de shows em países como os Estados Unidos, Portugal, México, Canadá, Argentina e Equador. O Rei também já se apresentou em países como Israel, Chile, Espanha e Itália. Suas músicas, que já foram inclusive regravadas em espanhol, são referência para vários cantores que admiram seu trabalho desde a Jovem Guarda.

Comente aqui