O maior colecionador de Vinil do Mundo é brasileiro!

Zero-Freitas-vinyl-Bilesky-Discos

Você já se perguntou quem é o maior colecionador de Discos de Vinil do mundo? Pois bem, esse cara é brasileiro. Isso mesmo, e tem uma coleção fora do normal!

José Roberto Alves Freitas começou a coleção aos 11 anos de idade, hoje ele já ultrapassa os 5 MILHÕES de discos. Você prestou atenção no número? São mais de 5 milhões!

Apaixonado por música desde muito novo, Zero Freitas, como também é conhecido, era um jovem tímido, e que preferia comandar o som de suas primeiras festinhas, a ter de dançar. Nesse processo, acabou se tornando DJ, mesmo sem entender que sua função era essa. Pensava que DJs eram aqueles que trabalhavam em rádios. Devido a paixão e sua atuação junto ao som, aos 17 anos já tinha um arsenal de respeito, com 3000 Vinis.

Seu primeiro disco foi “Roberto Carlos Canta para a Juventude”, o que abriu seu gosto pelos bolachões. Nas duas semanas seguintes adquiriu “Beatlemania”, nas duas versões, o “With the Beatles” edição inglesa, e “Meet the Beatles” na edição norte-americana; adquiriu também a edição brasileira do segundo álbum de estúdio do FabFour, e “Meus 18 Anos” da cantora italiana Rita Pavone.

A formação acadêmica de Freitas foi pensada para poder continuar investindo e investigando sua paixão, portanto, formou-se em Música pela Universidade de São Paulo – USP. O colecionador fez pesquisas de álbuns no exterior, e no Brasil atuou como sonoplasta em peças de teatro desde os anos 70, e possui uma empresa de som e iluminação.

Sua busca nunca para, o que o fez ser também muito procurado para receber doações de coleções. Entre suas aquisições estão coleções de famosos, como a que pertenceu a atriz Eva Wilma, aos radialistas Paulo Santos e Walter “Pica-Pau” Silva, e a Murray Gershenz, um colecionador conhecidíssimo nos Estados Unidos, e que faleceu há poucos anos, aos 91 anos de idade.

A história desse brasileiro é incrível, e já foi contata até mesmo pela “New York Times Magazine” em agosto de 2014, após ele fazer uma compra galática nos Estados Unidos.

Esse cara é uma super inspiração, e que vai além dos números. Zero Freitas valoriza toda a produção musical, e busca conhecer todos os discos já gravados no Brasil, até mesmo aqueles que ninguém dá valor, pois de acordo com ele, aquela produção tem muita vida e sonhos envolvidos, e que merecem ser admirados.

Grande história! Você já conhecia esse cara? Conta pra gente!

15 comentários em “O maior colecionador de Vinil do Mundo é brasileiro!

  • 21/12/2016 em 01:58
    Permalink

    Acumulador não é colecionador!

    Resposta
  • 24/12/2016 em 20:43
    Permalink

    Parabéns, grande coleção, orgulho ter no Brasil o maior colecionador, Tenho uma coleção de 30.000 mais não estão encaixotados, pra mim não adianta quantidade sem qualidade, estou já a uns 3 anos, classificando e organizando e me orgulho de todos terem as minhas digitais, pois toquei e ouço, sempre que tenho tempo, algumas raridades.

    Resposta
  • 10/02/2017 em 11:26
    Permalink

    Se cada disco tiver a duração de somente 10 minutos vai demorar 95 anos para ouvir tudo.
    Prefiro ouvir meus ACDC é Pink Floyd milhares de vezes.

    Resposta
  • 13/02/2017 em 10:53
    Permalink

    Isso é um verdadeiro arquivo de áudio, pode servir no futuro para que futuro da humanidade(retardados virtuais), saibam como eram os recursos de áudio no passado, isso é história, tem o seu valor. Poderia organizar uma audioteca e disponibilizar na internet

    Resposta
    • 15/09/2017 em 12:34
      Permalink

      É exatamente isto que ele pretende fazer….

      Resposta
  • 27/03/2017 em 15:01
    Permalink

    Pra mim isso é desordem psicológica…nada a exaltar, e sim a tratar.

    Resposta
  • 27/03/2017 em 23:22
    Permalink

    Se possuir esse título o faz bem, que bom. Cada um é feliz como quer. Eu prefiro ter o que eu gosto de ouvir. Para mim, quantidade não é qualidade.

    Resposta
  • 09/04/2017 em 11:42
    Permalink

    Longe de ser colecionador … Melhor título seria maior acumulador de discos…

    Resposta
  • 09/04/2017 em 14:34
    Permalink

    Só quem entende um colecionador é outro colecionador ! Para tanto o lema é “Não precisa usufruir, o importante é possuir ” . Agora ,ter 5 milhões de discos encaixotados é mais um fetiche do que um prazer. Tenho 10.000 discos ,todos prontos para ser ouvidos ,nas prateleiras, se vai me dar tempo ouvi-los aí é outra história !

    Resposta
    • 15/10/2017 em 12:21
      Permalink

      Apoiado. Tenho uma certa queda de colecionador/acumulador, mais por livros do que vinil, mas coleciono músicas em mp3.

      Resposta
  • 19/05/2017 em 22:42
    Permalink

    Queria poder garimpar durante 1 semana esses discos…… Se dessa garimpagem eu saísse com 500 discos estaria rico.

    Resposta
  • 14/10/2017 em 11:45
    Permalink

    na reportagem nao citou de onde ele é, e o que pretende fazer com essa coletânea.

    Resposta
  • 07/12/2017 em 22:03
    Permalink

    procure por Ronaldo, mineiro! em Regencia ES. (Linhare). possui aprox.12 mil #CATALOGADOS DE CABEÇA# conhecedor e apaixonado.

    Resposta

Comente aqui