Dicas Para a Limpeza de Seus Lps

Para se obter um som com a melhor qualidade que um disco de vinil pode proporcionar, é fundamental que ele esteja sempre limpo e livre de poeira. Mas após vários usos e manipulações é normal que os Lps acabem por apresentar alguma sujidade, e daí? O que fazer para limpa-los?

 

A primeira coisa a entender é o que não fazer nunca!

Sabe aquele assoprão para remover a poeira ou ciscos que estão sobre os discos? Pois é, nunca faça isso! Pois junto com o ar também sai um pouco de saliva e até restos de comida que ficarão impregnados nos sulcos dos Lps.
E passar aquele trecho do disco empoeirado na camiseta que está em seu corpo? Também nunca faça isso! Pois por mais macio que seja o tecido, ele não é apropriado para a limpeza de discos. Você já observou a lente de um óculos de quem utiliza a camiseta para limpá-lo? Então observe e tire as suas conclusões.

Solventes também são proibidos, pois muitas vezes eles são extremamente agressivos com o vinil, podendo até mesmo dissolver o plástico, isso mesmo! Podem derreter seus Lps e ainda incendiá-lo, pois são inflamáveis! Fuja de gasolina, fluído de isqueiro, amoníaco, acetona, água ráz, tiner e muitos outros deste tipo.

 

Então, o que deve ser feito? Como posso limpar meus Lps?

Existem escovas especiais com cerdas anti-estáticas que podem ser adquiridas em lojas especializadas e até mesmo no Mercado Livre, mas se você não as encontrar, vá até uma revendedora de cosméticos, solicite o seu catálogo e encomende o pincel de maquiagem com a maior espessura que encontrar (pode assaltar o estojo da sua mãe, namorada ou irmã também, mas tem que ser novo e exclusivo), pois eles são super macios e fazem a mesma função. Para realizar a limpeza faça movimentos circulares acompanhando os sulcos do LP.

Se for utilizar algum pano, prefira os de microfibra, aqueles que vem em estojos de óculos. Eles não deixam resíduos (pequenas ferpas) e também não marcam os discos.

Lavar os discos com água e sabão neutro é a forma mais simples e barata de realizar a sua limpeza (e bem prática), porém nem sempre é indicada por audiófilos, pois o sabão sempre deixará algum resíduo, assim como os detergentes (isso porque tem gente que leva a arte ao extremo). Eu confesso que adoro o resultado, pois lavo os meus discos com sabão neutro e um tufo de algodão embaixo da torneira com água corrente, sempre em movimentos circulares e suaves, tomando cuidado para não molhar o selo de forma excessiva, pois existem selos que desbotam ou mancham com a água.

Para secar o disco não é interessante utilizar pano ou papel para absorver a água, pois estes podem deixar pequenas ferpas de algodão ou celulose nos sulcos dos Lps, desta forma eu deixo eles secarem ao ar livre em um ambiente fechado, ausente de poeira e ventos que possam trazer pó para se depositar na água que está no disco.

Limpou e secou, agora é só por no toca discos para rolar e depois guardar novamente na capa, mas antes substitua o plástico ou o papel envelope que envolve o disco, pois certamente ele deve conter poeira.

No mercado são encontradas algumas máquinas para limpeza dos discos, mas dessas eu não consigo opinar, pois nunca as utilizei e não posso comprovar o resultado.

Para aquela limpeza de uma sujidade muito encalacrada no disco, sugiro o método da cola, pois funciona mesmo! e retira até as sujeira mais profunda dos sulcos, mas é preciso um pouco de paciência até a cola secar. Confira no vídeo:

A limpeza é fundamental, tanto para uma boa audição quanto para a durabilidade da mídia e da agulha do toca-discos que acaba por ter sua vida útil diminuída quando utiliza-se Lps sujos. Em algumas situações até mesmo em Lps novos é necessário a limpeza antes de sua reprodução, pois já vêm empoeirados de fábrica e com macra da cola do envelope que o envolve.

Estas são algumas dicas básicas e bastante práticas que compartilho, mas certamente você deve ter um truque aí para limpar adequadamente os seus Lps. Como você faz? Compartilhe nos comentários a sua experiência!

Por: L. R. Bilesky – Colecionador

VITRINE

7 comentários em “Dicas Para a Limpeza de Seus Lps

  • 29/04/2016 em 19:44
    Permalink

    Fiz uma mistura de xampu Johnson, álcool e água. Aproximadamente 10% de xampu, 10% de álcool e 80% de água. Coloquei num vidro com borrifador spray. Como tenho comprado muitos LPs usados e alguns vem muito sujos, uso essa solução. Dependendo da sujeira uso menos ou mais quantidade. Em média dou umas 4 borrifadas. Aí eu pego um paninho bem macio e que não solta as fibras… E um pano que eu compro no mercado e que vem num rolo, parecendo um papel toalha, mas é de tecido mesmo… Uso umas duas “folhas” deste pano… Umideço as mesmas e torço para retirar o excesso de água. Com o pano umedecido eu espalho o líquido borrifado em movimentos circulares e de dentro para fora, retirando a sujeira. Em seguida eu lavo o pano, pois a sujeira fica impregnada no mesmo. Por fim, passo o pano úmido novamente para retirar o resto do líquido e da sujeira. Deixo secar naturalmente. Dependendo da situação eu repito a operação. Tenho obtido bons resultados.

    Resposta
  • 30/04/2016 em 12:37
    Permalink

    Apenas Agua Corrente, vai esfregando com as mãos limpas e girando na agua corrente. Para secar, apenas aquela camiseta velha de algodão que você não usa mais, que é usada somente para secar. Vá girando o disco na mão e secando. Só, Fácil, prático e econômico!

    Resposta
  • 28/07/2016 em 09:27
    Permalink

    Qual a cola? Cola Branca?

    Resposta
  • 04/08/2016 em 09:12
    Permalink

    Sempre usei apenas algodão embebido em álcool e nunca notei degradação do vinil.

    Resposta
  • 25/05/2017 em 13:42
    Permalink

    Em alguns pontos este artigo está bem equivocado. O vídeo da limpeza com cola é um verdadeiro horror para quem aprecia a arte do vinil, a cola branca (ou qualquer que seja) tem abrasivos e pode arrancar os finos cristais dos fonogramas (é mínima a perda, mas, há perda neste método). Se você não tem condições de uma limpeza à ultrassom, um bom detergente lava-louças neutro (neutro!!!) e um algodão hidrófilo e algumas lavadas são o suficiente até nas sujeiras mais pesadas, e isto não agride o vinil. Alcoóis (qualquer um) é prejudicial, resseca o vinil e os frágeis cristais dos fonogramas, quebrando-os progressivamente. Pesquisem muito antes de fazerem experiências com os seus discos, no nível químico e físico das limpezas que forem efetuar.

    Resposta

Comente aqui